Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Natal SAPO Angola



Quarta-feira, 16.11.11

É Natal!

O Natal é a solenidade cristã que celebra o nascimento de Jesus Cristo. A data para sua celebração é o dia 25 de Dezembro, pela Igreja Católica Romana e, o dia 7 de Janeiro, pela Igreja Ortodoxa.

 

 

Após a celebração anual da Páscoa, a comemoração mais venerável para a Igreja é o Natal do Senhor e suas primeiras manifestações. Ainda sendo uma festa cristã, é encarado universalmente por pessoas dos diversos credos como o dia consagrado à reunião da família, à paz, à fraternidade e à solidariedade entre os homens.

 

Nas línguas latinas o vocábulo Natal deriva de Natividade, ou seja, referente ao nascimento de Jesus. Em inglês o termo utilizado é Christmas, literalmente "Missa de Cristo". Já na língua alemã, é Weihnachten e têm o significado "Noite Bendita".

 

FONTE: Enciclopédia SAPO Saber

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 15.11.11

Músicas de Natal de todos os tempos!

Seleccionámos algumas das melhores músicas de Natal de todos os tempos. Aquelas que todos gostamos de ouvir ano após ano e que nos lembram bons momentos!

 

Mariah Carey | All I Want For Christmas Is You

 

Nat King Cole | The Christmas Song (1961)

 

John Lennon | Happy Xmas - War Is Over (1971)

 

Frank Sinatra | Let it snow (Cover/1950)

 

Beyonce | Silent Night

 

U2 | It's Christmas

 

Celine Dion | O Holy Night

 

Bing Crosby | White Christmas

 

Jackson 5 | Give love on christmas day

 

Stevie Wonder | One Little Christmas Tree

 

 

A sua música de Natal preferida está nesta selecção?

Deixe-nos um comentário com as sugestões das músicas de Natal da sua preferência. Quem sabe o Pai Natal chega mais cedo!


Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 15.11.11

Natal no Mundo

NATAL é uma festividade com características muito próprias, sendo celebrado de diferentes formas em diferentes países do mundo. As tradições ou condicionalismos locais levaram a que o culto do Nascimento de Jesus Cristo fosse pontuado por diferentes situações. No entanto, nos últimos anos assiste-se a um predomínio cada vez maior das influências anglo-saxónicas nas tradições natalícias, que são cumpridas mesmo em países em que a religião cristã não tem forte imposição.

 

Nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha, as tradições natalícias são bastante semelhantes e têm alguns aspectos completamente distintos das celebrações portuguesas. Por exemplo, existe uma tradição muito antiga de fazer caixas de presentes nas quais são recolhidas oferendas, geralmente em dinheiro e que são depois distribuídas aos pobres no dia 26 de Dezembro. Embora essa tradição já não seja muito corrente, esse dia continua a ser feriado ("Boxing Day").

 

As cantigas de Natal que são cantadas pelas ruas e às portas são também uma outra forma de celebração usual nesta altura do ano. As Janeiras portuguesas são semelhantes, embora sejam só cantadas depois do início do ano novo, enquanto os norte-americanos e ingleses as ouvem durante toda a época natalícia.

 

Em França, a tradição dita que o Père Noel e o seu ajudante Père Fouettard distribuam os brinquedos de Natal. O ajudante do Pai Natal é especialmente temido pelas crianças, por ser ele a avaliar se o comportamento ao longo do ano merece uma recompensa ou uma punição. A tradição do tronco de Natal é também uma componente importante das celebrações naquele país, onde o "Bûche de Noel" é confeccionado e apreciado na Noite de Natal.

 

Em Espanha as celebrações do Dia de Natal limitam-se à festa familiar e a uma forte refeição. A troca de presentes está reservada para o dia 6 de Janeiro, altura em que os Reis Magos visitaram o Menino Jesus com as suas oferendas. As crianças têm o hábito de colocar os sapatinhos à janela com palha e cenouras para os cavalos dos Reis Magos que lhes trazem os presentes.

 

Na Holanda, Luxemburgo e Bélgica, a tradição diz que o Pai Natal ("Sinterklaas") vem de Espanha, de onde parte no dia 6 de Dezembro e distribui os seus presentes pelas crianças montado no seu cavalo. A designação do pai Natal nestes países passou para os Estados Unidos, onde o Pai Natal é referido como Santa Claus.

 

Nos países nórdicos europeus, a tradição do Pai Natal subsiste, embora não seja ele o responsável pela distribuição dos presentes às crianças. É antes um duende, que vive debaixo das casas e que recompensa os meninos bons e castiga os malvados, tendo observado as suas acções ao longo do ano.

 

Na Rússia, a tradição é bastante diferente. A distribuidora de presentes é Babouschka, e a lenda diz que ela se recusou a dar abrigo e comida aos Reis Magos quando estes se dirigiam a Belém. Ao saber o que fizera e para se redimir, Babouschka percorre as aldeias visitando todas as crianças e deixando-lhes prendas.

 

Na Austrália e Nova Zelândia, as tradições anglo-sáxonicas são seguidas, mas devido às diferenças climatéricas, o Natal é uma festa de Verão e que por isso não inclui muitas das celebrações associadas ao Inverno. Na China, a comemoração do Natal não é seguida pela maioria dos habitantes, uma vez que o país é essencialmente Budista. A festa de Natal é celebrada com árvores de Natal iluminadas, conhecidas como "árvores de luz" e as casas são decoradas com lanternas de papel. As crianças esperam o Pai Natal, conhecido por "Dun Che Lao Ren", e colocam meias perto da cama. Porém, a maior celebração local é o Ano Novo Chinês que acontece no fim de Janeiro. É nesta época do ano que as famílias costumam reunir-se, trocar presentes e servir pratos especiais.

 

Em Belém (Israel), a cidade onde Jesus Cristo nasceu, as comemorações natalícias têm um caráter particularmente ritualístico. Na noite do dia 24 de Dezembro, forma-se uma procissão em que sacerdotes vestidos com túnicas comandam longas filas formadas por milhares de pessoas que caminham pelas ruas estreitas da cidade. Levam berços de vime com a imagem do menino Jesus esculpida em cera e seguem para a capela de Santa Catarina onde é celebrada a missa da meia-noite. Peregrinos do mundo inteiro participam na procissão.

 

Em Itália o dia de Natal é dedicado quase que exclusivamente às cerimónias religiosas. Na véspera, os italianos jejuam e costumam reunir-se em volta do presépio para orar. Ao contrário de muitos países cristãos, a troca de presentes não ocorre na noite do dia 24 e sim no dia 6 de Janeiro, em lembrança à visita dos Reis Magos ao menino Jesus. As crianças não esperam o Pai Natal e sim a bruxa Befana que, segundo a lenda, vem pela chaminé e traz numa das mãos uma campainha para anunciar a sua chegada e, na outra, uma vara ou um pedaço de carvão para bater nas crianças desobedientes.

 

Ainda na Itália, as ceias de Natal variam de acordo com as regiões. Em Milão, por exemplo, as famílias costumam comer panettone, um bolo feito com fruta cristalizada. Na região do Vale do Pó, a refeição mais popular é tortellini, massa recheada com carne. No sul do país, o prato tradicional na noite de Natal é a enguia.

 

Na Suécia o Natal é diferente da maior parte dos outros países: começa a ser celebrado no dia 13 de Dezembro e as comemorações estendem-se até 13 de Janeiro. Esta longa comemoração teve início no país há cem anos, quando o rei Canute declarou que as festividades de Natal deveriam durar um mês. Na noite de Natal, a filha mais velha de cada família veste-se de branco com uma faixa vermelha à cintura e uma grinalda de folhas verdes a enfeitar o vestido. Na cabeça, sete velas acesas. Nestes trajes serve café e bolo a cada membro da família. As crianças suecas acreditam que os duendes saem das suas "casas" para entregar presentes.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 15.11.11

Aletria

Ingredientes
Aletria: 100 g
Leite: 4 dl
Açúcar: 150 g
Manteiga: 50 g
Ovo: 3
Limão: q.b.
Canela: q.b.
 
 
Preparação

Coze-se a aletria em água durante 5 minutos e escorre-se. Em seguida, leva-se ao lume juntamente com o leite, a casca de limão e o açúcar; deixa-se cozer. Depois de a aletria estar cozida, junta-se a manteiga e, fora do lume, misturam-se as gemas previamente batidas. Leva-se ao lume apenas para que as gemas cozam ligeiramente. Serve-se a aletria polvilhada com canela.

 
 
FONTE: SAPO Sabores


Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 08.11.11

Bolo cremoso cântico de Natal

Ingredientes
Farinha: 900 g
Manteiga: 450 g
Bicarbonato de sódio: 4 colheres de chá
Doce de laranja: ½ chávena
Corinto ou passa: 450 g
Sultana: 900 g
Ovo: 4
Açúcar: 450 g
Noz moscada: ½ colher de chá
Essência de amêndoa: 1 colher de sobremesa
Essência de limão: 1 colher de sobremesa
Leite: 570 ml
Whisky ou brandy: 4 colheres de sopa

Preparação

Ponha a manteiga no congelador na véspera de realizar esta receita, para ser mais fácil de ralar.
Rale a manteiga para dentro da farinha e dos ingredientes secos; junte os frutos. Ferva o leite, deite-lhe os ovos bem batidos e a essência.
Bata bem e junte aos ingredientes secos, mexendo outra vez vigorosamente. Resulta uma mistura muito ensopada.
Leve a cozer em 2 formas de bolo ou numa única forma. Coza a 150ºC durante 5 horas se fizer numa forma maior, ou durante 3 horas se forem 2 mais pequenas.

FONTE: SAPO Sabores

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 08.11.11

Bolo Branco

Ingredientes

Clara de ovo: 8
Açúcar: 8 colheres de sopa
Farinha: 8 colheres de sopa
Fermento: 1 colher de chá
Manteiga: 2 colheres de sopa

  

PreparaçãoBater as claras em castelo bem firme. Juntar o açúcar, a pouco e pouco, batendo sempre. Adicionar a manteiga derretida em banho-maria. Incorporar a farinha com o fermento, batendo sempre. Levar ao forno numa forma untada com manteiga.

 

 

FONTE: SAPO SABORES

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 01.11.11

Anedotas de Natal

Quem paga?


Uns miúdos brincavam à porta da igreja da Nª Srª dos Remédios, na época de Natal, até que um deles sem querer parte um dos bonecos do presépio. Passados alguns minutos chega o Sr. Padre:

- Quem é que partiu o pastor?

Ficam muito calados até que depois de muita insistência o culpado se acusa.

- Então tens de pagar o estrago.
- Eu não tenho dinheiro Sr. Padre.
- Então paga o teu pai.
- Eu não tenho pai.
- Paga a tua mãe!
- Também não tenho mãe...
- Então não tens ninguém? Estás sozinho no mundo?
- Não! Eu tenho uma irmã mais velha.
- Pronto paga ela.
- Ela também não pode pagar, não tem dinheiro. É freira.
- Não se diz freira. Diz-se esposa de Cristo.
- Ok, então o meu cunhado que pague!

 

--------------------------------------------------------------

No Tribunal

 

Era época de Natal e o juiz sentia-se benevolente ao interrogar o réu.

- De que é acusado?

- De fazer as compras de Natal antes do tempo.

- Mas isso não é crime nenhum!!!! Com que antecedência as estava a fazer?

- Antes de a loja abrir.

 

--------------------------------------------------------------

As Bonecas

A mãe pergunta à filha mais nova:

- Então o que gostavas que o Pai Natal te desse este ano?
- Um contraceptivo.
- O quê? Um contraceptivo?
- Sim, é que eu tenho cinco bonecas e não quero ter mais nenhuma!

 

--------------------------------------------------------------

O Joãozinho e a carta ao Menino Jesus

 

O Joãozinho queria uma bicicleta nova. E a mãe disse-lhe para escrever uma carta ao menino Jesus, porque ele não se tinha portado muito bem. Ele resolveu sentar-se e escrever a tal carta:

“Querido Jesus: Fui um menino bonzinho este ano e gostava de ganhar uma bicicleta nova. Do teu amigo, Joãozinho.”

Mas o Joãozinho lembrou-se que, na verdade, Jesus sabia que tipo de menino ele era.

 

Então, rasgou a carta e resolveu tentar mais uma vez.

“Querido Jesus: Tenho sido um menino querido este ano e quero uma bicicleta nova. Sinceramente, Joãozinho.”

Bom, o Joãozinho sabia que não estava a ser totalmente honesto.

 

Rasgou mais esta carta e ... olhou para o fundo da sua alma, o que aliás, era o que a sua mãe queria desde o começo.

 

Amassou a carta, saiu para a rua e entrou numa igreja.

 

Meditou sobre o que ia fazer e repentinamente agarra numa imagem de uma santa e sai a correr para casa. Escondeu a santinha debaixo da sua cama e escreveu a seguinte carta:

“Jesus, tenho a sua mãe! Se quiser vê-la novamente, dê-me uma bicicleta! Assinado: Você sabe quem.”

 

--------------------------------------------------------------

A carta ao Pai Natal

“Querido Pai Natal:

Deixei leite e biscoitos para ti debaixo da árvore e cenouras para as renas nas traseiras.

Beijinhos da Nair”.

E Pai Natal responde à carta:

“Querida Nair:

O Leite dá-me diarreia e as cenouras dão gases às renas que os largarão na minha cara.

Queres ser simpática? Então deixa-me um copo de Chivas Reagal e um Toblerone.

Assinado: O Pai Natal.”

 

--------------------------------------------------------------

Quanto custa o Natal?

 

O miúdo pergunta ao pai:

- Oh pai, quanto custa o Natal?...

O pai responde:

- Não sei filho mas tua mãe consegue sempre surpreender-me... ainda estou a pagar o Natal de há dois anos atrás!!

 

--------------------------------------------------------------

Procura-se noiva de Natal

 

Um homem decidiu colocar um anúncio no jornal que dizia:

- Preciso de mulher para passar este Natal.

No dia seguinte recebeu mais de cem respostas a dizer:

- Podes ficar com a minha!!!

 

--------------------------------------------------------------

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 2/2



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.